Citador

03 janeiro, 2008

3 de Janeiro de 1960-Álvaro Cunhal evade-se do Forte de Peniche.

Álvaro Cunhal evade-se a 3 de Janeiro de 1960, do Forte de Peniche junto com outros militantes comunistas. O Forte de Peniche era considerado um dos locais de mais alta segurança do Estado Novo, onde eram detidos em condições infra-humanas os prisioneiros politicos do Estado Novo.
No fim da tarde pára em Peniche, um carro com o porta-bagagens aberto. era o sinal de Rogério Paulo em como está tudo a postos, dando inicio á evasão.
Neutralizado o carcereiro com uma anestesia e com a ajuda de um guarda,os fugitivos passaram, sem serem notados, a parte mais exposta do percurso, no fim correm para a muralha exterior, saltando-a com a ajuda de uma corda feita de lençóis.
Foram transportados para casas clandestinas onde deveriam passar a noite.

2 comentários:

jvn disse...

um episódio de grande aventura e romantismo. no entanto também é bom lembrar que Cunhal e os seus amigos queriam implantar em Portugal um regime em que certamente se multiplicariam as prisões como esta e com métodos iguais ou ainda piores.

cptos

Caesar disse...

jvn,
Sem dúvida um episódio da História de Portugal.
Tb sem dúvida que o regime que Alvaro Cunhal defendeu desde sempre nada de bom traria para Portugal, apenas serviu de contrapeso a uma sociedade demasiado oprimida.
Mas a nossa História é feita de Bom e de Mau, de Romance e de Guerras, de Amor e de Ódio.
É assim desde sempre.
A unica coisa que não é possivel alterar, é a História, e este episódio faz parte da mesma.

Melhores cumprimentos

Caesar